Pesquisar
Close this search box.

Como Pagar o Imposto de Renda

Entenda como realizar o pagamento do imposto de renda

Durante o ajuste anual, é comum que alguns contribuintes ainda precisem acertar suas contas com a Receita Federal. Saiba por que isso acontece e descubra como efetuar o pagamento do imposto de renda (IR).

Ao declarar o imposto de renda, o programa da Receita soma todos os rendimentos tributáveis do contribuinte e aplica deduções, seja na base de cálculo ou diretamente no imposto devido. Com isso o contribuinte tem o direito e dever de informar os gastos dedutíveis realizados ao longo do ano.

Como Pagar o Imposto de Renda
Como Pagar o Imposto de Renda

Por fim, o programa aplica um desconto fixo de 20% na base de cálculo do imposto de renda, com um limite de R$ 16.754,34 para o imposto de renda de 2023. Se esse desconto for maior do que as deduções informadas pelo contribuinte, o modelo simplificado será mais vantajoso. No entanto, se o desconto for menor do que as despesas dedutíveis, o modelo completo, que considera todas as deduções legais, será o mais vantajoso.

O modelo mais vantajoso é aquele que resulta em um valor menor a ser pago de imposto ou em uma restituição maior. O próprio programa realiza os cálculos e apresenta os valores para que você possa fazer a escolha adequada. É importante entender a diferença entre os modelos simplificado e completo da declaração.

Leias também: COMO CONSULTAR CPF

Como pagar o imposto de renda de forma simples

Se você precisa acertar suas contas com o Leão, é possível realizar facilmente o cálculo do imposto devido e a impressão das guias de pagamento no Programa Gerador da Declaração.

O imposto devido pode ser pago de uma vez só ou em até oito parcelas. É importante lembrar que o valor total a ser pago não pode ser inferior a R$10. Caso contrário, o pagamento não poderá ser realizado e o valor será adicionado ao imposto devido do próximo ano, podendo ser pago somente quando o valor mínimo for atingido.

Para o parcelamento, é necessário que o valor total do imposto a ser pago seja superior a R$100. Essa condição é estabelecida porque nenhum dos valores das parcelas pode ser menor que R$50.

Ao optar pelo parcelamento, cada parcela terá juros acumulados equivalentes à taxa Selic acrescida de 1% referente ao mês de pagamento. Por exemplo, a segunda parcela terá um acréscimo de 1% de juros. Já a quarta parcela, com vencimento em agosto, terá o cálculo baseado no valor apurado, juros referentes aos meses de junho e julho de acordo com a taxa Selic, mais 1% referente a agosto.

Como fazer Pagamento do Imposto de Renda 2023:

O débito automático é uma opção conveniente para o contribuinte, seja para pagamentos em parcela única ou para parcelamentos. As informações bancárias podem ser fornecidas na tela inicial do programa de declaração. É importante destacar que essa opção só está disponível para aqueles que transmitiram a declaração original ou retificadora até o dia 31 de maio de 2023.

Caso o contribuinte queira modificar a forma de pagamento do imposto de renda 2023 após já ter feito a transmissão, será necessário enviar uma declaração retificadora. Isso permitirá realizar as alterações necessárias.

Sobre os prazos de Pagamento do Imposto de Renda:

O pagamento em parcela única do imposto de renda deve ser realizado até o dia 31 de maio, que também é o prazo final para a entrega da declaração do imposto de renda 2023.

Para aqueles que optaram pelo parcelamento, a primeira parcela também vence no dia 31 de maio. As parcelas seguintes têm vencimento no último dia útil de cada mês. É importante lembrar que o atraso no pagamento sujeita o contribuinte a uma multa diária de 0,33%, limitada a 20% do valor total do imposto devido.

No entanto, se você deseja realizar o pagamento parcelado por débito automático, é necessário prestar atenção ao prazo. Para solicitar o débito automático para pagamento em parcela única ou a partir da primeira parcela, a declaração deve ter sido transmitida até o dia 10 de maio.

Para declarações enviadas entre os dias 11 e 31 de maio, o débito automático só estará disponível a partir da segunda parcela do parcelamento. A primeira parcela ou o pagamento único deverão ser realizados diretamente na rede bancária.

Como emitir o DARF:

O imposto de renda deve ser pago através do DARF, que é o Documento de Arrecadação da Receita Federal. Para emiti-lo, primeiro, transmita sua declaração de imposto de renda 2023 para a Receita Federal. Em seguida, acesse a aba Imprimir no programa e escolha a opção DARF do IRPF. Se você optou pelo parcelamento, informe também qual parcela deseja imprimir.

Você também pode acessar o painel de impressão pressionando as teclas Ctrl+D no teclado.

Como o programa utiliza a taxa Selic acumulada até o mês anterior para calcular os juros, é necessário imprimir as parcelas mensalmente. O programa permite imprimir todas as parcelas, inclusive as atrasadas, com os acréscimos devidos. Além disso, é possível emitir o DARF para pagamento através do site da Receita Federal, utilizando o portal e-CAC.

Também é possível efetuar o pagamento do imposto de renda via PIX. Os DARFs possuem código de barras para facilitar o pagamento nos bancos.

Veja também:

O INSS aprovou a retomada do empréstimo consignado para os beneficiários do BPC.
O que é CVV do seu Cartão e Onde ele Fica?
5 Benefícios do INSS que Você Precisa Conhecer
Realizar Inscrição no INSS

Este blog utiliza cookies para garantir uma melhor experiência. Se você continuar assumiremos que você está satisfeito com ele.